top of page
  • Foto do escritorKaroline Meyer

Respirando contra a gravidade.



A cada 60 segundos, aproximadamente 1.440 vezes ao dia,  o sangue viaja por cerca de 96.000 mil quilômetros  do sistema do corpo humano. O sangue se choca contra a artéria aorta mais ou menos a 70 vezes em um minuto. Um tubo de metal não aguentaria o impacto no período de uma vida humana. Mas a artéria aorta é forte o suficiente para fazer o transporte pela grande rede de artérias.


As posturas  invertidas tem um papel de destaque na saúde, pois promovem uma irrigação arterial na cabeça, além de outros benefícios no sistema endócrino.  É importante notar que nosso corpo tem mecanismos robustos que controlam a quantidade de sangue em cada região do corpo independente da gravidade.


A inversão dos efeitos da gravidade fortalece pulmões, coração e diafragma, o que possibilita uma expiração mais profunda e, ao inspirar, o músculo precisa realizar um esforço maior por ter que resistir ao peso dos demais órgãos.


Outra vantagem é o equilíbrio das glândulas pineal e pituitária, ambas no cérebro, responsáveis por estimular a concentração e o foco, regular o humor, os padrões de sono e outras glândulas do nosso sistema endócrino. 


No aspecto emocional, a invertida trabalha medos, inseguranças e mudanças de padrão, além de oferecer outra visão de mundo – quem nunca precisou enxergar um problema sob outra perspectiva? Fazer isso de forma literal, com o próprio corpo, pode ajudar. 


Experimente outras técnicas no Curso FOLEGO Online!

311 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page